Análise da deformabilidade de um solo tropical do oeste do maranhão como material de sublastro na estrada de ferro carajás

Mestrados defendidos no Brasil
Regras do fórum
Apenas mestrados defendidos no Brasil
Avatar do usuário
George Rangel
Mensagens: 147
Registrado em: 11 Out 2014, 10:56
Localização: São Simão/GO - Uberlândia/MG - Rio de Janeiro/RJ
Idade: 32
Contatar:
Status: Offline

Análise da deformabilidade de um solo tropical do oeste do maranhão como material de sublastro na estrada de ferro carajás

Mensagem por George Rangel » 14 Dez 2014, 12:16

Autor: Bruno Guimarães Delgado (Delgado, B. G.)

Orientador: Prof. Antônio Carlos Rodrigues; Profa. Laura Maria Goretti da
Mota

Instituição: Universidade Federal de Ouro Preto
Departamento: Engenharia Geotécnica do Núcleo de Geotecnia da Escola de Minas
Cidade: Ouro Preto
Ano: 2012
DELGADO - 2012 .pdf
Resumo:
Na presente dissertação são apresentados resultados de ensaios de caracterização geotécnica, classificação MCT e avaliação do comportamento mecânico de uma jazida de solo fino considerada crítica para o projeto de expansão da Estrada de Ferro de Carajás (EFC), visto que está sendo estudada para emprego como camada de sublastro e configura-se como a alternativa mais viável economicamente na região, sendo inclusive representativa dos solos visando tal aplicação no oeste do estado do Maranhão. O solo desta jazida por ser essencialmente argiloso com elevado índice de plasticidade seria descartado para o fim proposto considerando-se as normas convencionais importadas de países de clima temperado. No entanto em função de sua natureza tropical e visando a aplicação pretendida, pesquisou-se o comportamento resiliente do material através da realização de ensaios triaxiais de cargas repetidas para a determinação do módulo resiliente, obtidos para amostras de 10cm de diâmetro e 20cm de altura, moldadas com a energia equivalente a do ensaio Proctor Intermediário. Pesquisou-se ainda o comportamento do material quanto à deformação permanente conduzidos com variados estados de tensões confinantes e desvio, visto que esta é a principal preocupação no que tange a deformabilidade e consequentemente à vida útil de solos como camada de sublastro, e incluindo a possibilidade de ocorrência do chamado shakedown, ou acomodamento das deformações plásticas. Os resultados obtidos indicaram elevados valores de módulo resiliente e baixos valores de deformação permanente total, considerando nos ensaios, tensões compatíveis às esperadas no campo para a camada de sublastro do pavimento ferroviário, e indicando tratar-se de um material em condições de utilização na situação real de campo.

Abstract:
This dissertation presents the results of geotechnical characterization tests, MCT classification and evaluation of the mechanical behavior of a deposit of fine soil considered critical to the expansion project of the Carajás Railway (EFC), since is being studied for use as subballast layer and configures itself as the most economically viable alternative in the region, being including representative of the soils for this purpose in the western state of Maranhão, Brazil. In function the soil of this deposit be mainly clayey with high plasticity index, it would be discarded to the end proposed considering the conventional norms imported from temperate countries. However in function of their tropical nature and aiming to desired application, was investigated the resilient behavior of material through the repeated louds triaxial tests for determining the resilient module obtained for samples of 10cm diameter and 20cm height, molded with the energy equivalent to the Intermediate Proctor test. Was researched also the behavior of the material concerning the permanent deformation conducted with varying states of confining stresses and deviation, since this is the main concern regarding the deformability of soil layers on railroad pavements and consequently the life of soil as subballast layer, and including the possibility of the so-called shakedown or plastic deformations stabilization. The results indicated high resilient modulus values, low levels of total permanent deformation, given the stress tests are compatible with real situation of subballast layer of railroad pavement, and indicating to be a material able to be used at real situation on the field.
Você não está autorizado a ver ou baixar esse anexo.

Responder