Dormentes em Madeira Laminada Colada de Pinus oocarpa

Mestrados defendidos no Brasil
Regras do fórum
Apenas mestrados defendidos no Brasil
Manuela
Mensagens: 131
Registrado em: 03 Abr 2015, 18:37
Idade: 24
Status: Offline

Dormentes em Madeira Laminada Colada de Pinus oocarpa

Mensagem por Manuela » 08 Set 2016, 16:01

Autor: FELIPE HIDEYOSHI ICIMOTO.

Orientador: Carlito Calil Junior

Instituição: Universidade de São Paulo
Departamento: Desenvolvimento, Caracterização e Aplicação de Materiais.
Cidade: São Carlos
Ano: 2013.

RESUMO:
ICIMOTO, F. H. (2013). Dormentes em Madeira Laminada Colada de Pinus oocarpa. 126 f. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2013.
Em 2012 foi anunciado um pacote econômico do governo que concede à iniciativa privada a operação de estradas e ferrovias pelo Brasil, onde serão investidos R$ 133 bilhões, incluindo a construção de 10 mil quilômetros de estradas de ferro. O dormente é um dos componentes estruturais mais importantes na construção de ferrovias, com a função de receber esforços produzidos pelos veículos ferroviários, amortecer parcialmente as vibrações, transmiti-las ao lastro e manter invariável a distância entre os trilhos (bitola). As madeiras utilizadas no Brasil para a produção de dormentes são de essências nobres. Porém, com a escassez cada vez maior dessas espécies e a exploração ilegal de madeiras nativas consideradas de elevada resistência buscaram-se madeiras alternativas para esse uso como o Eucalipto ou o Pinus de florestas plantadas. Objetivo deste trabalho foi a análise experimental da viabilidade técnica da produção de dormentes pelo método de fabricação da Madeira Laminada Colada utilizando a madeira da espécie de Pinus oocarpa e adesivo poliuretano para atender os requisitos da recém aprovada norma de dormentes ABNT NBR 7511:2013 Dormentes de madeira – Requisitos e métodos de ensaio. Após intenso programa experimental em que foram estudadas diversas configurações de disposição de lamelas visando à otimização do processo de fabricação, foram produzidos dormentes de MLC com configurações diferentes de seção transversal, e realizados ensaios preliminares com a finalidade de atingir as especificações mínimas de norma. Os resultados mostraram que os dormentes em MLC de Pinus oocarpa atingiram os requisitos da norma ABNT NBR 7511:2013 Dormentes de madeira – Requisitos e métodos de ensaio.
Palavras-chave: Dormentes em madeira laminada colada, dormentes de madeira, madeira laminada colada, espécies de florestas plantadas, Pinus oocarpa, normalização, ferrovias.

ABSTRACT:
ICIMOTO, F. H. (2013). Glulam Sleepers produced with Pinus oocarpa. 126 f. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2013.
In 2012 it was announced a government economic package that grants to private operation of roads and railways in Brazil, which will be invested R$ 133 billion, including the construction of 10,000 km railroads. Sleepers are one of the most important structural components in the construction of railways with the function of receiving actions produced by the rail vehicles, diminish dampen vibrations and transmitting them to the ballast and remain invariant distance between rails (gauge). The timbers used in Brazil to manufacture sleepers are from tropical forest. Considering the scarcity and tropical illegal logging, Eucalyptus and Pines planted forests are a interesting alternative. The aim of this study was experimental analyze of the technical feasibility to produce Glulam sleepers using Pinus oocarpa species and polyurethane adhesive to reach the requirements of the recently approved sleepers standard ABNT NBR 7511:2013 Wood sleepers - Requirements and test methods. After intensive experimental program using various layout settings of lamellae and different configurations of cross-sectional an optimization of the manufacturing process of MLC sleepers was done in order to achieve the minimum standard specifications. Results showed that in MLC sleepers of Pinus oocarpa reached the requirements of the standard ABNT NBR 7511:2013 Wood sleepers - Requirements and test methods.
Keywords: Glulam sleepers, timber sleepers, glulam, reforestation species, Pinus oocarpa, standardization, railways.
Você não está autorizado a ver ou baixar esse anexo.

Responder